Home » » Uh! Tiazinha

Uh! Tiazinha

Redação Por Duran | 29/05/2017

Se eu perguntar se você conhece uma atriz chamada Suzana Alves, você provavelmente não vai saber do que eu estou falando, mas com certeza a maioria das pessoas que viveram nos anos noventa vão se manifestar imediatamente quando eu perguntar quem é a Tiazinha e hoje é dela que eu vou falar.

Suzana Alves interpretando seu personagem erótico, a Tiazinha.
Um dia eu estava afundado em meus pensamentos e me lembrei da Tiazinha, uma personalidade que me agrava antes mesmo de saber o que era sexo, e resolvi pesquisar o que aconteceu com ela, imaginando que a mesma já estivesse velha. Nessa pesquisa eu aprendi um pouco sobre Suzana Alves, a intérprete da Tiazinha, e descobri que ela tem 38 anos (na época dessa postagem) e que tinha apenas 18 na época em que ela era uma suposta heroína sexy.

Eu não sei você que está lendo, mas aos meus 18 anos eu não fazia ideia do que eu queria da vida, eu era quase um adolescente ainda e mesmo com meus 21 anos, eu não tenho muita maturidade para certas coisas. Imagine então, uma jovem de 18 anos, se tornar um símbolo sexual no Brasil todo? Como alguém consegue lidar com algo do tipo? A própria Suzana diz em entrevista que só depois de um bom tempo fazendo a Tiazinha, depois de já ter pousado para a Playboy, é que foi se dar conta do que significava ser um símbolo sexual.

Suzana Alves atualmente.
Obviamente a Tiazinha trouxe coisas boas para a vida de Suzana, uma vez que foi uma carreira de sucesso, mas uma jovem atriz tendo como primeiro sucesso uma personagem erótica cria uma dificuldade enorme de se desvencilhar dessa imagem. Em entrevistas, Suzana já declarou que sua época interpretando a personagem gerou um trauma em sua vida e que foi preciso terapia e sair do Brasil para que pudesse superar.

Um grande problema foi que Suzana Alves começou a perder sua identidade, mesmo na época, quase ninguém a conhecia pelo seu nome e sim pelo seu alter ego. Com sua personagem mais famosa que a própria intérprete, foi extremamente difícil conseguir outro papel e se tornar menos a Tiazinha e mais ela mesma.

Suzana Alves com o figurino da série As Aventuras de Tiazinha.
Como se já não fosse loucura o suficiente transformar uma jovem de 18 anos em símbolo sexual, ainda resolveram transformar este mesmo símbolo sexual em uma heroína infantil, dando origem ao programa As Aventuras de Tiazinha, que aparentemente não teve sucesso. Embora ache insano tentarem transformar o público da Tiazinha, a séria parece ter sido uma ideia interessante, lembrando bastante heróis de revistas em quadrinhos, quem sabe o que seria do gênero hoje em dia, no Brasil, se essa ideia tivesse alcançado o sucesso?

Achei incrivelmente interessante pesquisar e escrever sobre este ícone brasileiro dos anos 90, porque uma mera curiosidade me levou a um enorme background na vida da atriz que era desconhecido por mim (e provavelmente por muitos) e acaba chamando atenção aos problemas que essa exposição precoce podem acarretar. A Tiazinha vai ficar pra sempre na memória de alguns, mas do que Suzana Alves teve que abrir mão? Será que outras suportariam essa vida? São questões que acabamos levantando ao pesquisar um pouco.

Terminar essa postagem com o clipe da música "Uh! Tiazinha".
SHARE