Home » » Eu Escolhi Você

Eu Escolhi Você

Redação Por Duran | 24/12/2016

Acho interessante a ideia de começar a usar o espaço do blog para falar de assuntos da atualidade, expor minhas opiniões sobre o mesmo e atualmente o que causou um alvoroço na internet foi o clipe da música "Eu Escolhi Você" da Clarice Falcão e agora eu reforço que darei a minha opinião pessoal sobre o assunto, os comentários estão aí para qualquer um discordar, eu vou adorar debater com alguém sobre o assunto.


Primeiramente eu gostaria de dizer que não tenho nada contra a Clarice Falcão, inclusive acho duas de suas músicas (De Todos os Loucos do Mundo e Monomania) bem fofinhas e até coloquei as mesmas de trilha sonora no meu Spotify enquanto escrevia este texto, mas chega de falar bem de Clarice, não quero parecer que estou soprando a ferida antes mesmo de morder.

No youtube existem várias pessoas que são bem chatas e enchem seus vídeos de palavrões para dar algum impacto ao vídeo, mas no fim é uma mensagem que ninguém prestaria atenção se falada de forma adequada. O que o clipe de "Eu Escolhi Você" faz é apenas elevar essa tática a outro patamar, mostrando nudez. Assim como os palavrões muitas vezes são banalizados e usados como vírgulas, a nudez do clipe é totalmente desnecessária e não combina em nada com a música, que eu nem vou entrar no mérito de dizer se gostei ou não.

Uma dos argumentos que usam ao defender o clipe é que a nudez deveria parar de ser vista como tabu e eu concordo com isso, acho que dentro de um contexto a nudez deveria ser vista com normalidade, assim como o palavrão que eu citei no parágrafo anterior, mas lançar um clipe mostrando genitálias simplesmente por mostrar, onde a única relação com a música são números colados em bundas quando tal número aparece na música, é tosco. Uma justificativa da própria cantora é que o clipe foi feito durante uma brincadeira de amigos na casa dela, mas para lançar algo tão sem nexo assim, não era melhor não lançar nada?

O clipe não é nada de muito monstruoso, são só genitálias e bundas que serviram como uma grande ação de marketing para a música que aparentemente não agradou tanto assim (ainda pretendo ouvir mais algumas vezes para formar uma opinião), mas apesar do marketing em cima dessa polêmica ser grande, achei que esse clipe marcará para sempre um ponto falho na carreira de Clarice Falcão e que pode ter consequências ruins em sua carreira. No mais, humanos erram e para mim foi somente isso que aconteceu, um erro, uma ideia ruim.

Vou usar essa postagem para observar como muitas pessoas são engraçadas, muito binárias, 0 ou 1. Muitas acharam o clipe maravilhoso só por se tratar de uma feminista mostrando partes íntimas na internet e nem criticaram o fato de que a música e o vídeo não se completam. Por outro lado, muitos trataram o vídeo como se fosse o maior absurdo do mundo, como se nunca tivessem visto um pornô em suas vidas. Em nossas vidas fomos ensinados a usar o sistema decimal (de 0 a 9), segundo um antigo professor, isso ocorre por termos dez dedos (essa informação só é curiosa, mas não tem relevância com o assunto em si), então parem de ser tão binários a ponto de endeusar ou endemoniar algo, comecem a analisar mais criticamente o que passa pela frente de vocês.

Mas e você? O que achou do clipe? Também achou a reação que o mesmo causou exagerada? Deixa sua opinião nos comentários, quem sabe a gente não consegue dar ainda mais graça ao texto?
SHARE